Tirando proveito do RSS feed

Já ouviu falar disso?  Quer saber como aproveitar?  Então não deixe de ler este post.

Todo site tem duas partes distintas: a informação e a apresentação. Nós, humanos evoluídos e inteligentes, conseguimos facilmente diferenciar uma coisa de outra. Mas para um computador é praticamente impossível saber qual é qual.  Assim, é difícil para um programa ser capaz de diferenciar quando um site foi atualizado.

Por essa dificuldade foi inventado o formato RSS (Rich Site Summay): tecnicamente, um arquivo texto organizado, de maneira a informar as últimas atualizações no conteúdo de um site.

O RSS é uma forma de facilitar o acesso a uma grande quantidade de informações. Se você está acostumado a visitar uma dúzia de sites diariamente em busca de notícias novas, pode estar desperdiçando tempo. Entrar em cada um, todos os dias, é trabalhoso e improdutivo.

Com o RSS tudo isso acaba.   Em um só lugar, os RSS assinados por você passam a informar sobre as últimas atualizações dos sites que deseja acompanhar, de forma automática.

Como?

  1. Instale uma extensão para o seu navegador, como o RSS Feed Reader (para Google Chrome);
  2. No Google, digite “RSS” + o nome do site que deseja seguir (ex.: “RSS G1 Tecnologia”);
  3. Clique no ícone rss icon icon que apareceu no navegador;
  4. Peça para adicionar um novo RSS;
  5. Copie-e-cole o endereço encontrado no Google para o campo “Adicionar Feed”/”Add feed” (veja exemplo);
  6. Confirme.

Perceba que um número aparece próximo ao ícone, indicando o nº de atualizações ainda não lidas.
Em uma era na qual a informação aparece aos montes e o tempo disponível para consumi-las é limitado, o RSS é o “salvador da pátria”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *